10 Dicas para se Tornar Mais Feliz – por Tal Ben-Shahar

03/09/2017

Tal Ben Shahar um professor muito popular de Harvard, é especialista no assunto FELICIDADE.

Uma amiga postou em nosso grupo no WhatsApp um texto sobre felicidade e Tal Ben-Shahar. Entrei na internet e comecei a pesquisar sobre esse professor pra lá de realista. Espero que curtam também.

Ele nos ensina que para sermos mais felizes não podemos viver apenas do passado, nem do presente, e nem do futuro, o segredo está em encontrar um equilíbrio.

Os cursos mais populares da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, não ensinam medicina nem direito, mas felicidade. No ano passado, mais de 1 000 alunos se inscreveram para assistir às aulas do professor Tal Ben-Shahar, que usa um ramo da psicologia para ajudar os estudantes de graduação na busca da realização pessoal.

Veja abaixo as dicas que Tal Ben-Shahar para sermos mais felizes.

  1. As questões que colocar irão definir os locais a visitar e a criar a sua realidade.

“Que tipo de realidade pretende criar?” As questões irão definir ou determinar a forma como irá pensar ou comportar-se a seguir. Ao perguntar “o que está errado?”, está automaticamente à procura de algo errado ou de erros…. Porque não perguntar antes “O que é mais significativo para mim!” “O que é mais agradável para mim?” “Qual o meu ponto forte?” – ao descobrir sobreposições nas respostas a estas questões, irá conduzi-lo(a) a uma realidade mais positiva “O que funciona melhor?” As minhas questões preferidas numa situação difícil ou de tensão: “Qual a parte positiva desta situação?” Ou “O que posso aprender com esta situação?”

  1. Acredite em si e nos outros (pense de forma inovadora).

A fé é uma profecia auto cumprida e a atitude é tudo. Nunca subestime o poder de acreditar. As pessoas podem partir para a guerra e sacrificar-se a si próprias por uma simples convicção; por conseguinte, o começar com um pensamento positivo e atitude construtiva pode fazer com que tudo funcione de forma diferente. Não conseguirá alcançar ou gozar a felicidade com uma atitude negativa. Se pretende ser feliz, escolha ser feliz, e acredite em si próprio(a) que poderá ser sempre feliz…

  1. Aprender a falhar (ou falhar para aprender!)

A base do sucesso é o erro e nenhum atalho! Falhar é uma parte importante da vida ou de qualquer progresso bem-sucedido, que oferece lições únicas e necessárias para nos aproximarmos do sucesso. Não tenha medo de falhar e não deixe de aprender com estes erros. É certo que o erro não sabe tão bem como o sucesso, mas não há dúvida que aprendemos grandes lições quando erramos. Podemos simplesmente etiquetar “erro” como a identificação bem- sucedida do que não funciona.

  1. Permita-se ser humano(a)

A base da saúde mental – aceitar as experiências dolorosas bem como as alegres. Abrace as suas emoções, não apenas as positivas como alegria ou entusiasmo, mas também emoções como raiva, medo ou tristeza. Não tente rejeitar ou fugir destas emoções. Esperar ser feliz em todos os momentos é algo irrealista e definitivamente impossível – o que apenas irá conduzi a desilusão e maior infelicidade. O perfecionismo não traz felicidade. Todo o ser humano comete erros e tem gestos negativos; por conseguinte o facto de se permitir ser humano(a) implica viver numa realidade, ao mesmo tempo que encontra a sua própria beleza na dor e na alegria.

  1. Revele os seus sentimentos (num diário e/ou pessoalmente)

Ao se expressar (por escrito, conversando com amigos ou terapeuta) irá ajudá-lo a sentir emoções – viva uma vida com integridade sendo verdadeiro e sincero com os seus próprios valores e sentimentos. Falar sobre experiências negativas ou traumáticas oferece-lhe a oportunidade de curar sentimentos mais tristes, ao permitir que a mente organize as ideias e coloque tudo no lugar e encontre benefícios… Não contenha ou esconda os seus sentimentos; não se feche nem esconda as emoções. Fale com seus amigos ou terapeuta se tiver um problema, ou apenas escreva num papel o que sente – vai ver que exteriorizará o sentimento…

  1. Descubra benefícios (expresse gratidão e aprecie o que já temos)

Descubra o que funciona melhor em todas as situações, incluindo a pior situação e descubra ativamente (e com determinação) os benefícios em cada situação e acontecimento. Crie rituais e mantenha um diário de gratidão. A felicidade raramente visita aqueles que se queixam muito e que são demasiado críticos. Sim, ninguém é perfeito e tudo tem duas faces, ao descobrir os benefícios viverá uma vida muito mais feliz e mais tranquila. Lembre-se que existe sempre alguém a viver em pior situação… As pessoas mais felizes não têm o melhor de todas as coisas; apenas tiram o melhor de todas as coisas.

  1. Simplifique a sua vida (faça menos em vez de mais, ocupação do tempo)

A sociedade moderna promove o conceito de quanto mais melhor ou quanto mais rápido melhor, o que efetivamente não traz felicidade. A tecnologia oferece maior comodidade ou eficácia, mas menos tempo para gozar a vida.  Da próxima vez, quando fizer uma escolha sobre qualquer coisa desde a compra de um telemóvel a aceitar um convite para um evento, o mais simples será certamente melhor para o seu bem-estar e alegria.  Não viva com o sentimento esmagador de que está a perder o seu tempo; se for esta a sua atitude, será impossível gozar e dedicar-se completamente a qualquer atividade que o(a) faça feliz.

  1. Cultive relações

Uma relação íntima e próxima é o primeiro indicador do nosso bem-estar; por conseguinte, passar tempo de qualidade com a pessoa importante da sua vida fará uma grande diferença na sua satisfação geral pela vida e sentimentos de felicidade. Cultivar relações significa igualmente investimento no tempo e energia para relações mais próximas e positivamente orientadas; deixe partir a relação que lhe traz nada mas apenas pontos negativos à sua vida.

  1. Lembre a ligação mente-corpo

Uma mente sã tem como base um corpo são, pode ser mais difícil sentir alegria quando está fisicamente doente ou ensonado ou em tensão. Por isso, se quiser manter a sua mente positiva e o seu espírito são, comece por dormir um determinado número adequado de horas, dar atenção à alimentação e faça exercício regularmente. A fórmula comum para uma vida feliz inclui exercício físico, exercício respiratório & mental (por ex. meditação), boas horas de sono e toque humano (por exemplo, abraços) – esta é a chave para a ligação mente-corpo.

  1. Diferencie-se dos outros (seja conhecido(a))

Abra o seu espírito para conhecer e ser conhecido, sendo verdadeiro e sincero — sabendo realmente quem é qual o significado da vida. Viva a vida que corresponde aos seus valores. Um bom exercício é tomar nota do que gosta em si, o que mais valoriza e o que é bom em de modo a poder construir uma autoestima positiva e Auto realista.

Um pouco mais sobre Tal Ben-Shahar

Site
Facebook
Linkedin