Monica Lage

“Pessoas com vidas interessantes não têm fricote. Elas trocam de cidade. Investem em projetos sem garantia. Interessam-se por gente que é o oposto delas. Pedem demissão sem ter outro emprego em vista. Aceitam um convite para fazer o que nunca fizeram. Estão dispostas a mudar de cor preferida, de prato predileto. Começam do zero inúmeras vezes. Não se assustam com a passagem do tempo. Sobem no palco, tosam o cabelo, fazem loucuras por amor, compram passagens só de ida.” Martha Medeiros

Sou assim! Faço o que tem que ser feito. Não saio de casa com guarda chuva… deixa molhar… faz bem a alma!

Ah sim! Sou Carioca, Libriana e Vascaína!

Nelson Rodrigues escreve – 7 de setembro de 1962 – “Ao bater estas notas, penso na primeira vez em que entrei em São Januário. O estádio cruzmaltino era então o Maracanã. Ao entrar ali, pasmei para os azulejos, evocativos das descobertas. Aí é que está o gostoso da Colina: andam, por lá, os ventos do grande mar camoniano. E o sujeito tem a sensação de que esbarra nos velhos nautas lusos. São Januário está ainda ressonante de antiquíssimas procelas. E, por isso, deve-se temer, deve-se respeitar o Vasco. O clube da Cruz de Malta tem tradição, e nós sabemos que, sem um mínimo de tradição, não se é nada na vida.” ★ /✠/ ◤✠◢ Vasco da Gama ◤✠◢ /✠/ ★

 

Os comentários estão fechados.